Notícia

SerTãoPJ – Pejoteiras e pejoteiros de todo o Brasil se encontram em Asssembleia Nacional

Jovens de todo Brasil já vivenciam o SerTãoPJ nas terras do Cariri cearense. O primeiro encontro se deu na Catedral de Nossa Senhora da Penha, no Crato, onde foi celebrada a missa de abertura, nesse domingo (22). Assim começou a Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude.

Os mais de 120 delegadas/os representando os regionais, além de convidadas/os e equipe de trabalho, estão no Centro de Expansão Dom Vicente de Araújo Matos. O espaço acolhe as atividades que vai até o próximo domingo, dia 29 de janeiro.

A Celebração de abertura foi presidida pelo bispo da Igreja local do Crato, Dom Gilberto Pastana de Oliveira, trouxe elementos para a vivência dos objetivos da Ampliada, que é o espaço maior de deliberação da PJ do Brasil. A mística apresentou nas ofertas símbolos e frutos da evangelização das juventudes pelo Brasil. Robson Goltara, que é delegado pelo Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo), lembrou que o momento ajudou a reforçar as expectativas para a semana. “Tá lindo de se ver a juventude florescer. São diversos locais e chãos. E há esse fôlego da juventude de trazer a realidade dos grupos de jovens. A expectativa é que possamos fazer o melhor para a juventude do Brasil”, afirmou.

Maristela Oliveira, que é delegada pelo Regional Sul 4 (Santa Catarina), recordou o momento das oferendas, destacando a diversidade dos regionais do Brasil: “achei significativo que jovens das próprias regiões pudessem representar seu chão”

O hino oficial da ANPJ ecoou pela primeira vez com a presença das delegadas/os. A composição de Amanda Luiz e Aline Nobre embalou o grupo a rezar os primeiros passos da Ampliada. Itaibele Pereira, que é delegada pelo Regional Oeste 2 (Mato Grosso), disse que a poesia da música “ecoou no coração e fez surgir mais forte o sentimento de fazer uma semana cheia de frutos e flores”.

Este momento de forte amadurecimento para a caminhada, quando a PJ do Brasil vai avaliar sua ação evangelizadora e pensar pistas de ação para os próximos 3 anos de caminhada.

Na segunda-feira (23) a Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude (ANPJ) a juventude foi convidada a colocar em oração os lugares “onde pisam os pés, a cabeça pensa e o coração ama”.

Para a mesa institucional, a ANPJ acolheu Dom Gilberto Pastana (bispo da diocese de Crato), Aline Ogliari (secretaria nacional da PJ), Ir. Tomelina Barbosa (assessora nacional da PJ), Ludmylla Yanna (coordenadora regional da PJ no Regional Nordeste 1 – Ceará), Licaon Rocha (coordenador diocesano da PJ no Crato).

Para Dom Gilberto a realização da Ampliada já é de grande importância para a juventude. “É essa partilha que constrói a vida, a juventude e a igreja” disse.

Na ocasião foi lida também a carta de saudação de Dom Vilson Basso, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que saudou a juventude pejoteira, lembrou do seu carinho especial com a PJ e convidou a Ampliada a ir além das ações habituais.

Para iniciar os estudos do dia, Marcelo Naves, da Pastoral Carcerária e a coordenadora do Regional Norte 1 (Amazonas e Roraima), Lidiane Cristo, trouxeram o debate sobre as realidades das juventudes do Brasil.

“Esse momento histórico que estamos vivendo é um debate estrutural do Estado? Está desmistificando as políticas de governo e políticas de Estado? Estão mudando as cláusulas pétreas. Como pensar táticas frente a isso?” indagou Marcelo.

Em consonância, Lidiane relembrou os posicionamentos da Pastoral da Juventude sobre a temática, como a realização do Seminário Nacional de Realidades Juvenis, que aconteceu em Itaquera – São Paulo, no último em novembro de 2016.

Pela tarde, os trabalhos continuaram nas dinâmicas dos grupos dos chapéus, fazendo memória da realidade do sertão nordestino e as galileias que a juventude encontra no caminho da construção da vida.

A fim das atividades, já na parte da noite, a mística prevaleceu e os e as jovens realizaram um “twitaço” sobre o que ressoou nos corações durante o dia, acompanhado de uma linda e profunda ciranda, regada pela chuva do sertão que dizia: “Chorar, sorrir também e depois dançar na chuva, quando a chuva vem”.

Acompanhe os grandes momentos da ANPJ pelo site: http://www.pj.org.br/

 

 

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *