Notícia

Colegiado das CEBs Leste1 se encontra em preparação para o 14º Intereclesial

As CEBs redescobrem, na leitura bíblica, o aspecto libertador da História da Salvação. Vêem sua própria caminhada mostrada no êxodo do povo de Israel e atualizada na vivência do Mistério Pascal de Cristo. Assumem a sua luta pela justiça como profetismo na sociedade de hoje.

 Reconhecendo nas CEBs o jeito antigo e novo de ser Igreja, muito nos alegraram os sinais de profecia e de esperança presentes na Igreja e na sociedade, dos quais as CEBs se fazem sujeito. Que não se cansam de ser rosto da Igreja acidentada, ferida e enlameada por estar saindo pelas estradas e não de uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças, como nos exorta o querido Papa Francisco.

E desse jeito que o Leste 1 vai se preparando para o acendimento da grande fogueira em Londrina 2018. A colegiada das CEBs do Leste 1 se reuniu no último sábado, 8 de julho de 2017 no convento do Carmo em Angra dos Reis para pensar e articular a forma como os/as delegados e delegadas do leste 1 irão ao 14º Intereclesial, que acontecerá em Londrina, em janeiro de 2018. A ideia também foi pensar os símbolos que representam a caminhada regional.  Participou da reunião colegiada a Diocese que acolheu a reunião, Diocese de Itaguaí, Diocese de Duque de Caxias e São João de Meriti, Diocese de Barra do Piraí e Volta Redonda, Arquidiocese do Rio, Diocese de Nova Iguaçu e Diocese de Valença somando uma média de 20 pessoas.

Outro ponto de pauta foi o seminário de preparação dos/as delegados e delegadas, o qual acontecerá no dia 21 de outubro, na cidade de São João de Meriti na Diocese de Duque de Caxias.

 Encontramos Deus como pessoas que se relacionam, tendo cada uma sua atuação e sua própria missão: o Pai que nos ama e nos chama à vida; o filho Jesus que fala do Pai e nos mostra como Ele é; e o espírito Santo que fica sempre conosco, atualizando em nós a memória da vida e palavras de Jesus. Gente simples, fazendo coisas pequenas em lugares pouco importantes, consegue mudanças extraordinárias.

Colaboração: Fabio Castanheda – Diocese de Duque de Caxias/regional São João.

Foto: Sandra Brandão – Diocese de Valença

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *