Artigos e Entrevistas

Carta oficial do 10º Encontro Regional da Pastoral da Juventude de Santa Catarina

CARTA OFICIAL DO 10º ENCONTRO REGIONAL DA PASTORAL DA JUVENTUDE DE SANTA CATARINA

Nós jovens e assessores/as da Pastoral da Juventude, apaixonados/as pelo Reino e pela vida, temos percorrido por essas terras da bela e Santa Catarina, uma história de serviço e doação que festeja 35 anos. E por isso, na data em que toda a Igreja comemora os 300 anos da descoberta da negra imagem de Aparecida nas margens do rio Paraíba, nos reunimos nas terras das minas catarinenses para o X Encontro Regional da PJ.
Ao sonhar essa festa dos 35 anos, construímos um momento que nos permitiu armar nossas tendas em cada uma das nove comunidades da Paróquia Nossa Senhora de Salete. Nestas tendas, aprofundamos temáticas centrais para nosso jeito de ser, crer e viver como Igreja Jovem. E provocados/as por aquilo que refletimos e pelas realidades juvenis, nos colocamos em missão.
A vivência missionária nas ruas e nas famílias de Criciúma nos permitiu tocar, conhecer, sentir e sonhar com o outro. Tivemos a possibilidade de conhecer e reconhecer os traços e marcas que cada pessoa carrega consigo, e nelas encontrar-nos com o Senhor!
Além da reflexão e da missão, nosso Encontro se fez celebração. Festa do encontro, do caminho, do olhar, do abraço e das causas que nos tornam irmãos, em um Deus comunhão. Cantamos, dançamos e sonhamos muitos outros processos e vivências como essas e por isso, queremos explicitar alguns compromissos que animarão nosso caminhar.
Assumimos o Reino como causa de nossas vidas. Essa utopia alimenta nosso serviço e nosso jeito de viver. Não descansaremos enquanto houver violência e extermínio de jovens. Não nos calaremos diante de todos que querem reduzir a maioridade penal. Não seremos cúmplices de golpes contra a vida e os direitos humanos. Não fecharemos nossos olhos enquanto um dos pequeninos do Reino sofre com a injustiça e a indiferença. Não perderemos a esperança de construir da Civilização do Amor.
Pactuamos um compromisso de fidelidade ao tesouro que encontramos na vivência comunitária da PJ. Cientes de que “onde está o nosso tesouro, aí está o nosso coração” (Mt 6, 21) cuidaremos desta história, participando, formando e acompanhado grupos de jovens nas diversas galileias juvenis. É nosso desejo que todos os/as jovens possam descobrir o tesouro da vida em Comunidade e assim celebrar a alegria de testemunhar o Evangelho e fazer florescer o Reino.
Seguiremos tecendo relações igualitárias, construindo a Igreja da Libertação, resistindo na opção preferencial pelos pobres e articulando comunidades eclesiais de base. Somos seguidores/as de Jesus, o Nazareno, missionários/as por vocação e batismo e como tal comprometidos/as com a vivência do Evangelho a cada dia. Assim, apesar das dores e sofrimentos que encontramos nos desertos contemporâneos, cremos que a PJ é vida que floresce para os/as jovens. Das dez dioceses de nosso Regional viemos e à elas voltamos na certeza de que um novo horizonte brilha. Nesses dias vimos um testemunho muito bonito, vivo, alegre, generoso e dinâmico das comunidades que nos acolheram, onde resplandece nos olhos de suas lideranças o ardor de discípulos/as missionários/as a serviço da vida. Por isso, fica nossa eterna gratidão.
Que a Jovem Maria, a boa mãe da juventude, continue nos animando na radicalidade do nosso sim de cada dia. Que venham outros trinta e cinco anos de festa, doação e serviço à juventude.

Vida longa à Pastoral da Juventude do Regional Sul 4!!

Paróquia Nossa Senhora de Salete – Criciúma/SC, 15 de outubro de 2017

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *