CEBs e LiturgiaNotícia

Carta dos/as participantes do 14zinho Regional Noroeste das CEBs ao povo de Deus

Nos dias 27 a 29 de outubro de 2017, reunidos na cidade de Ji-Paraná/RO, os delegados e delegadas do Regional Noroeste, como os discípulos de Emaús, traçaram mais um passo no caminho rumo ao 14° Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base – CEBs, diante do  contexto político que o nosso país está atravessando.

O encontro foi iniciado com um momento orante, onde, à luz da Mãe Aparecida, lembramos as realidades existentes em nosso Regional (quilombolas, indígenas, seringueiros, entre outros) e a apresentação das nossas Dioceses com suas bandeiras e refrões marcantes.

Nosso assessor nos motivou a VER como está a situação das nossas comunidades, os desafios que o mundo urbano nos apresenta, a evolução da TERRA, o que a humanidade viveu e a crise aguda que está vivendo, nos convocando  a refletir a ressignificação das CEBs neste contexto.

Fomos convidados a voltar às fontes, iniciando pelas primeiras comunidades, passando pelo Vaticano II, até os dias atuais, a procurar novas respostas a estes desafios, de modo que não sejam dadas ‘respostas velhas a perguntas novas’. Avaliamos ainda que o sistema neoliberal não contempla a vida das comunidades, que são as guardiãs da VIDA e do universo que vivemos.

Ao escutamos os gritos do nosso povo, fomos levados a refletir a forma que, mediante estes fatores, já na construção do caminho, estamos atendendo a estes clamores, a exemplo do apóstolo Paulo, que nos ajuda a enxergar e reconhecer Jesus presente em nossas comunidades.

Com isso, fomos guiados a criar pistas para animar a caminhada das CEBs, como Igreja em saída,  de modo a alcançar a libertação do nosso povo de Deus, à luz da Palavra e dos documentos da CNBB, sendo ‘sal da terra e luz do mundo’.

Diante destas pistas, como cristãos leigos que fazem vivência do seu batismo, em busca do fortalecimento da espiritualidade laical, somos desafiados a ser um elo articulador e organizador da vida das comunidades, de modo a renovar constantemente a relação FÉ e VIDA.

Animados pelo Espírito Santo, unidos por um mesmo ideal, confiamos que podemos conduzir as nossas comunidades, com suas lutas e esperanças, ao enfrentamento dos desafios que o mundo urbano nos apresenta, de forma ousada e criativa, na busca da libertação.

AMÉM! AXÉ! AWERÊ! ALELUIA!

Fotografia: Neurimar Pereira da Silva

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *