Notícia

O 15º Intereclesial das CEBs já começou!

O 15º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) vai ocorrer em 2022 em Rondonópolis, mas já se tornou pauta em reuniões de lideranças católicas de Mato Grosso (Regional Oeste 2).

Foi o que ocorreu durante a 10ª Assembleia Regional das CEBs-MT, realizada entre os dias 2 e 4 em Cuiabá, no Centro Nova Evangelização (Cene).

Foto: CEBs do Brasil

Os cerca de 40 participantes avaliaram a caminhada das CEBs no Regional, apontaram aspectos gerais do 14º Intereclesial, ocorrido em janeiro em Londrina (PR), e indicaram motivações temáticas para o 15º. As contribuições serão apresentadas na reunião da Ampliada Nacional das CEBs, agendada para o período de 5 a 8 de julho em Rondonópolis.

Parceiros de caminhada, como o Centro de Estudos Bíblicos (Cebi), Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e Pastoral da Juventude (PJ), também marcaram presença. Os participantes da assembleia também fizeram uma reflexão sobre o Documento 105 da CNBB, “Cristãos leigos e leigas na igreja e sociedade”, e elegeram a nova coordenação, que vai conduzir as CEBs por quatro anos.

“Igreja em saída” e “casa comum”

As motivações temáticas sugeridas para o 15º Intereclesial tratam: da espiritualidade interligada com o todo (consigo, @ outr@ e a natureza); do processo de construção da “casa comum”, com indígenas, assentados, juventudes, mulheres, quilombolas, população LGBT etc.

Também, de um outro modelo de desenvolvimento socioeconômico, alternativo ao capitalismo, com iniciativas como a agroecologia e a economia solidária.

Ainda, de uma igreja profética: pautada pelo anúncio do Reino e denúncia das injustiças; aproximação com os movimentos sociais; e valorização do feminismo a partir de uma leitura popular da Bíblia.

Da esquerda para a direita: Geni e Rosenil, das CEBs da arquidiocese de Cuiabá.

Essas motivações, de modo geral, dialogam com as palavras do papa Francisco, principalmente com a exortação apostólica “Evangelii Gaudium” e a encíclica “Laudato Si”.

A primeira trata da “igreja em saída”, sobretudo em direção aos descartados da sociedade. A segunda se refere à “casa comum” e evoca uma espiritualidade integral.

“Devemos refletir sobre o processo de construção da ‘casa comum’, enxergando as populações marginalizadas, como indígenas, mulheres, juventudes, lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros. Precisamos de um outro modelo de sociedade, que supere, que seja alternativo ao agronegócio, ao capitalismo em si”.

É o que expôs Rosenil Conceição do Bom Despacho, de 40 anos, da Articulação do Cebi na Baixada Cuiabana (região que reúne 11 municípios).

Luzes para o 15º Intereclesial

A assembleia também levantou aspectos relativos ao 14º Intereclesial com o objetivo de iluminar a estruturação da edição em Rondonópolis, daqui a quatro anos.

Destaque para a ideia de que o encontro não deve ser um evento festivo, mas sim um momento que celebra e faz uma análise crítica da caminhada pastoral das CEBs no Brasil e América Latina. Consenso quanto a uma melhor escolha de delegadas/os e compreensão de que o Intereclesial é para pessoas já engajadas junto às comunidades de base.

“Deu pra perceber que as pessoas envolvidas no processo sabiam o que estavam fazendo, haviam se preparado. Lá em Londrina teve meses antes o Catorzinho, como se fosse uma prévia do que viria pela frente. Creio que devemos fazer um Quinzinho em Rondonópolis, para testar a organização do encontro”. Foi o que disse Rafaeli Gonçalves de Meira, 27 anos, missionária do Sagrado Coração de Jesus, formada na paróquia Santo Antônio de Tabaporã, atuante na diocese de Juína.

Outras luzes foram indicadas, como: manutenção e fortalecimento da importância da “fila do povo”; criação de uma ampla rede de comunicação de caráter popular; possibilitar que as pessoas estejam mais próximas dos locais onde ocorrem as celebrações; e mais momentos em que delegadas/os possam conhecer o cotidiano de trabalho das paróquias acolhedoras.

Maiores informações no site CEBs do Brasil: http://www.cebsdobrasil.com.br/2018/03/06/o-15o-intereclesial-das-cebs-ja-comecou/

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados