Notícia

A morte e ressurreição de Jesus no olhar da juventude da Baixada Fluminense-RJ

Fotografia: Paulo Victor

Na sexta feira santa o grupo jovem da paróquia Nossa Senhora de Fátima – Parada Angélica, que pertence à diocese de Duque de Caxias – RJ, realizou uma procissão juntamente com a encenação da via sacra. A procissão deu início na comunidade matriz e foi até a comunidade Jesus Bom Pastor. Cerca de 60 pessoas acompanharam a encenação que percorreu as ruas da comunidade de ocupação.

 

A cada estação da via sacra foram provocadas reflexões sobre os problemas que afligem a comunidade local. “Foi um lindo momento” afirma uma das jovens, participante da encenação.

Nas reflexões foram lembradas a ausência de políticas públicas de qualidades e a corrupção que açoitam a população brasileira. Recordaram também o Racismo que infelizmente é estrutural e histórico na sociedade. A reflexão chamou a atenção do problema de ainda haver pessoas que acreditem ser superiores a outra somente pela cor.

Outra reflexão feita foram os gritos das mulheres que sofrem a violência de gênero de forma cruel no meio em que vivemos. Salários desiguais, a própria violência contra mulher derramada em forma de abuso, assédio, agressões e com a desigualdade.

Fotografia: Paulo Victor

Seguiu-se com denúncias de maus tratos contra a pessoa idosa e os cuidados que se deve ter com eles. “Nunca deixando esquecer que foram eles que cuidaram de nós antes, então agora é nossa vez de retribuir”. A se referirem a pessoa idosa, a juventude aproveitou o momento para repudiar os retrocessos trazidos com o governo Temer, através das Reformas impostas por ele. “… Hoje então, eles ainda estão mais ameaçados do que nunca de ter seus direitos levados com a Reforma da Previdência. Não podemos nos calar e deixar que isso aconteça!”

Por fim, apresentaram como uma das formas para a superação da violência e construção da Cultura da Paz e o enfrentamento à intolerância religiosa que atinge de forma colossal as religiões de matrizes africanas. É necessário praticar o respeito que Jesus tanto nos ensinou em vida.

Fotografia: Paulo Victor

“Nós precisamos parar de fazer tantas Marias sofrerem a dor da perda dos seus meninos e meninas. Trabalhar juntos para construir o Reino dos Céus ao qual Jesus tanto falava. Refletir é conscientizar, e conscientizar é um passo para realizarmos a mudança que tanto queremos.”

Contribuíram com a matéria: Kemily Mello e Brunna Padilha
Fotografia: Paulo Victor

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Verifique também

Close