CEBs e Movimentos SociaisNotícia

Massacre de Eldorado dos Carajás: 22 anos de impunidade

Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária intensifica no mês de abril

A Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária acontece num contexto de profunda luta de classes no país. O golpe iniciado em 2016 deu um novo passo com a prisão do ex-presidente e companheiro Luiz Inácio Lula da Silva. Por isso, nossa luta por terra e por Reforma Agrária Popular é também a luta contra o avanço do golpe.

O dia 17 de abril também marca os dois anos da destituição da presidenta Dilma Rousseff pelas forças golpistas. Essa é a data que marca também os 22 anos do maior massacre contra trabalhadores rurais em luta pela terra, o Massacre de Eldorado dos Carajás, ocorrido no Pará em 1996.

Nestes 22 anos, não somente vimos passar impune esse crime que chocou a humanidade, como testemunhamos cada dia mais a posição classista da justiça brasileira: cega quando se trata dos pobres, dos que lutam, dos negros, das comunidades urbanas, mas, muito ágil e célere, quando se trata de defender os negócios, as empresas, os empresários e os lucros.

O atual episódio de judicialização da política, com a prisão do companheiro e candidato Lula, fere ainda mais a democracia, marcada recentemente por um golpe de Estado.

O dia 17 de abril é o Dia Internacional de Luta pela Terra.

Matéria publicada no site do MST: http://www.mst.org.br/jornada-nacional-de-luta-pela-reforma-agraria-2018/

A seguir um vídeo com reportagem da época do massacre

Mostre mais

Artigos relacionados

Verifique também

Close