ÁudiosMultimídia

O que fazer no dia Mundial do meio Ambiente

Por Ivo Poletto, do Fórum MCJS 

Estamos chegando a mais um 5 de junho, dia mundial do meio ambiente. Temos motivos para festejar, ou o melhor que podemos fazer é olhar os desastres ambientais e chorar?

Lembremos com alegria que há povos, comunidades e pessoas que estão se dedicando com seriedade e amor ao cuidado com o meio ambiente. Nos longos dias da greve dos caminhoneiros, por exemplo, quando muitas pessoas sentiram diminuição e falta de alimentos nos supermercados e feiras, houve quem lembrou que nos territórios com produção agroecológica e agroflorestal não houve falta nem escassez. E o movimento de combate ao uso de agrotóxicos colocou à disposição vídeos que mostram como se pode viver e alimentar-se sem venenos, já que está aumentando a produção sem uso de agrotóxicos. Por isso, que o dia do meio ambiente seja um dia para agradecer a todas as pessoas que cuidam dele, que produzem alimentos sem venenos, que oferecem saúde para a gente. E seja um dia para perguntar-se: o que eu, o que nós podemos fazer para que estas práticas de cuidado e de amor à Terra e à vida se multipliquem?

Por outro lado, esse dia do meio ambiente é também oportunidade para nos darmos conta de que há empresas e pessoas que teimam em agredir e até destruir ambientes vivos e fontes de vida. Quem, por exemplo, mesmo sentindo na pele que a temperatura da região semiárida brasileira está aumentando quatro vezes mais do que a dos demais biomas, continua cortando árvores da Caatinga para fazer carvão ou para manter o fogo dos fornos de produção de minérios, está sendo criminoso, já que está matando a vida do solo e a vida das pessoas desta região. E os que teimam em manter negócios com as fontes fósseis de energia, o petróleo, o gás e o carvão, em vez de aplicar todos os seus recursos e capacidades para produzir a energia que se precisa com fontes mais limpas, como o sol, os ventos e a biomassa, e de forma descentralizada, perto de que vai usar, são tão criminosos quanto os que desmatam a Caatinga, o Cerrado e a Amazônia.

Por isso, amigas e amigos, é importante que todos nós acatemos o convite feito por cientistas norte-americanos junto com o cardeal de Boston, amigo e colaborar direto do Papa Francisco: que as mudanças climáticas sejam enfrentadas com a valentia e a urgência que ainda falta! Vamos agir com e exigir a valentia e a urgência necessárias.

Segue o áudio do programa sobre o tema do Dia Mundial do Meio Ambiente: http://fmclimaticas.org.br/wp-content/uploads/2018/06/progr-279-O-que-fazer-no-dia-do-meio-ambiente.mp3

Você pode encontra esse programa de rádio e outros relacionados no site do Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, através do link: http://fmclimaticas.org.br/?page_id=83

 

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados