Artigos e Entrevistas

Memória e Caminhada – documentação das CEBs no Brasil

Por Sérgio Coutinho

Na preparação para o 10º Encontro Intereclesial de CEBs, em Ilhéus no ano 2000, os membros da Ampliada Nacional levantaram o desejo e a necessidade de se constituir um Centro Popular de Memória da caminhada das CEBs no Brasil.

Naquela oportunidade, o sociólogo Pedro Ribeiro de Oliveira, que fazia parte da Ampliada e também era professor da Universidade Católica de Brasília (UCB) e assessor do Setor CEBs da CNBB, ofereceu as instalações da UCB para acolher aquela solicitação.

Com o aval da Ampliada e da Reitoria da Universidade, em fevereiro de 2000 foi criado o Projeto “Memória e Caminhada das CEBs”, um centro de pesquisa e de memória histórica da caminhada das CEBs no Brasil.

O objetivo principal foi o de salvaguardar o material produzido pelos Intereclesiais de CEBs (atas de reuniões, relatórios de trabalho, textos-base, fotografias, cartazes, jornais, entrevistas, livretos de cânticos…) como também o material guardado, mas sem os acondicionamentos adequados, por membros de comunidades. Assim, durante um período de 2000 até 2014, o projeto Memória e Caminhada foi uma referência neste serviço às CEBs.

No entanto, numa nova conjuntura de mudanças na organização diretiva da UCB, e que levou à saída e demissões dos pesquisadores e bolsistas de iniciação científica do projeto, o material foi retirado e realocado em condições físicas precárias em uma sala da Biblioteca da mesma Universidade.

Correndo risco de perder todo aquele material por conta da ação do tempo e das intempéries, Pedro Ribeiro de Oliveira, em 2015, conseguiu junto ao bispo-auxiliar de Belo Horizonte, e também Reitor da Pontifícia Universidade católica de Minas Gerais (PUC Minas), Dom Joaquim Mol, a aceitação de acolher o “Memória e Caminhada” no Centro de Memória e Pesquisa Histórica da PUC Minas.

Desde 2015, a PUC Minas se debruçou sobre o material recebido, higienizando toda a documentação e desenvolvendo um novo arranjo arquivístico. Assim foi criado o “Fundo Comunidades Eclesiais de Base” onde se pode acessar via internet o Inventário Analítico de todo o Fundo. Para isso é só visitar o link http://portal.pucminas.br/centrodememoria/acervos/acervos.php?file=textual , procurar o Fundo e baixar o arquivo com a lista completa de todo o acervo das CEBs.

Os resultados já evidentes: vários estudantes de graduação e pós-graduação em sociologia, história teologia e ciência da religião já estão estudando o material e produzindo pesquisas sobre as CEBs.

No entanto, a história continua e o trem das CEBs não para, está firme na Caminhada. Por isso, não deixe de enviar seu material pessoal, comunitário, diocesano, regional e nacional para a PUC Minas continuar o projeto de preservação da memória das CEBs.

Prof. Dr. Sérgio Ricardo Coutinho – foi pesquisador no projeto Memória e Caminhada na Universidade Católica de Brasília entre 2000 e 2009.-

Centro Universitário IESB – Curso de Serviço Social

Faculdades Integradas UPIS – Departamento de História

 

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados