Notícia

Ação Social Paulo VI participa da XXIV Assembleia Nacional da Cáritas Brasileira

Foi com muita alegria que Ação Social Paulo VI (ASPAS) participou entre os dias 19 a 23 de novembro da XXIV Assembleia Nacional da Cáritas Brasileira, realizada em Teresina (PI), juntamente com as outras entidades-membro que atualmente compreende 187. A assembleia contou com a presença da diretoria nacional, dos bispos referenciais dos Regionais, dos agentes representantes das 187 entidades, além dos assessores, convidados e equipes de trabalho, totalizando 250 participantes.  

“Bem Viver: Esperança, Resistência e Profecia”

Este foi o tema que norteou e convidou todos a viverem à Assembleia. Impulsionando a cada um a refletir a atual conjuntura eclesial, política, econômica e social à qual estamos vivendo. Bem como, fomos estimulados a revisitar o compromisso pastoral e missionário junto aqueles que mais sofrem, de forma especial, os que se encontram em situação de vulnerabilidade e exclusão social.

Neste sentido, entendemos o Bem Viver “como um horizonte para que possamos caminhar, discernir e lutar pela correta distribuição dos bens do Planeta e pelo reconhecimento de cada pessoa numa relação de reciprocidade e gratuidade” (Texto Base). Assim a Esperança é tornar no aqui e no agora aquilo que é esperado para o futuro, desta forma repousa a nossa esperança em Jesus Cristo, por meio da fé, como nos lembra São Paulo na Carta aos Romanos (cf. Rm 5,1-5), levando-nos a assumir um verdadeiro compromisso com o bem comum. A Resistência nos aponta para um não desistir e continuar persistindo frente às ameaças e perseguições contra toda forma de vida.  E a Profecia é continuar anunciando com alegria e entusiasmo um “outro mundo possível” em meio às ações e relações humanas direcionando-nos para o Bem Viver.

De forma a destacar e a resumir o evento, tivemos os painéis temáticos; painéis de escutas avaliativas referentes ao “Marco Referencial da Cáritas Brasileira” que compreende a identidade, a missão, a diretriz geral de ação, os princípios, as orientações estratégicas e as áreas de atuação; visitas de intercâmbio aos Projetos do Bem Viver que inspiram e expressam a resistência e a profecia nos dias de hoje.

A experiência rica da Assembleia, além de avaliar os passos trilhados até o momento e dar novas pistas de ação para seguirmos o caminho de construção da sociedade do Bem Viver, elegeu sua nova diretoria, tendo como presidente: Dom Mário Antônio da Silva, bispo de Roraima (RR);
vice-presidente: Irmã Cleusa Alves da Silva, Cáritas Diocesana de Ruy Barbosa (BA);
secretária: Nilza Maria Fernandes de Macedo, Cáritas Diocesana de Bagé (RS); tesoureiro: Udelton da Paixão Espírito Santo, Cáritas Diocesana de Paracatu (MG).

Ao final da Assembleia retornamos para nossas dioceses com as nossas esperanças renovadas e com o ressoar do lema da Assembleia “erguei-vos e levantai a cabeça, pois está próxima a vossa libertação” (Lc 21,28).

Enviado pelo Diácono Adilson Geroncio da Silva, diocese de Caxias – RJ.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *