Artigos e EntrevistasIgreja no BrasilPublicações

Eleições 2022: Comissão Sociotransformadora da CNBB divulga Carta ao Povo Brasileiro

A Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Sociotransformadora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (Cepast-CNBB) divulgou nesta segunda-feira, 24 de outubro, _Carta ao Povo Brasileiro_.

Na Mensagem, a Comissão orienta ao voto consciente para a garantia da democracia, o bem viver dos povos, por justiça e paz. E manifesta o posicionamento intransigente à defesa da vida. “Portanto, tudo o que produz a morte (aborto, armamento, fome, miséria, violência, exclusão) deverá ser combatido com políticas públicas de promoção da dignidade humana”.

A Comissão repudia a utilização da religião para o estímulo ao ódio, à violência e à divisão das famílias e da sociedade. E afirma: “Defendemos o estado laico e o respeito à liberdade religiosa e de culto. Cremos que as várias tradições religiosas presentes no Brasil podem colaborar na construção de um país mais justo, menos violento e mais solidário. Justiça, paz, fraternidade e compaixão: essas são as referências éticas do cristianismo. Esses são os eixos norteadores do bom governo”.

Leia abaixo:

Carta ao Povo Brasileiro

E a esperança não nos decepciona! (Rm 5, 5a)

Nós, bispos católicos da Comissão Episcopal para Ação Sociotransformadora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (Cepast-CNBB), juntamente com cristãos leigos e leigas, religiosos e religiosas, padres e diáconos que atuam nas coordenações nacionais e articulações regionais das Pastorais Sociais, queremos expressar, nesse momento crucial de nossa história, nosso carinho e estima por vocês!

Nossas palavras são de ânimo e coragem: não tenham medo! Tantas vezes Jesus Cristo expressou essa Palavra aos seus seguidores e seguidoras, e também às pessoas de boa vontade. E hoje, renovamos esta convocação!

Acreditamos que cada brasileiro quer o melhor para o Brasil. Por isso, neste segundo turno das eleições, façamos nosso discernimento para que possamos votar conscientes e com liberdade. Nossa posição intransigente é pela defesa à vida. Portanto, tudo o que produz a morte (aborto, armamento, fome, miséria, violência, exclusão) deverá ser combatido com políticas públicas de promoção da dignidade humana.

Repudiamos a utilização da religião para o estímulo ao ódio, à violência e à divisão das famílias e da sociedade. Defendemos o estado laico e o respeito à liberdade religiosa e de culto. Cremos que as várias tradições religiosas presentes no Brasil podem colaborar na construção de um país mais justo, menos violento e mais solidário. Justiça, paz, fraternidade e compaixão: essas são as referências éticas do cristianismo. Esses são os eixos norteadores do bom governo.

Vamos assumir este Mutirão pela Vida e por democracia: vamos às ruas, às praças, dialogar com vizinhos, colegas de trabalho e manifestar a vida que nos trouxe até aqui; vamos cantar as canções de esperança, manifestar a alegria de quem luta por dias melhores. Serão dias de intensas ações pela dignidade do nosso povo que, do Sul ao Norte do país, levantam as bandeiras da paz e da justiça. Cuidemos da nossa democracia pelo Voto que garanta o Bem Viver dos Povos. A força, a fé e a coragem estão conosco!

Com as bênçãos de Deus, e em paz, façamos do Brasil cristão um exemplo mundial de acolhimento, liberdade, justiça, fraternidade e paz!

Dom José Valdeci Mendes
Bispo de Brejo (MA)
Presidente da CEPAST/CNBB

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo
plugins premium WordPress