Notícias

Papa consola policial ferida em queda de cavalo

O Papa Francisco pediu para parar o papamóvel aberto no qual percorria as ruas de Iquique, no Chile, para ajudar uma policial que caiu do cavalo em que estava montada.

Notícia de Vatican News, Cidade do Vaticano

Um incidente chamou a atenção dos milhares de chilenos que queriam saudar o Papa após a Missa celebrada no Campo Lobito, enquanto o Papa passava pelas ruas da cidade de Iquique, no norte do Chile.

Uma militar dos “Carabineros del Chile” caiu do cavalo, que se chocou com o papamovel, lesionando-se. Francisco, ao perceber o ocorrido, mandou parar, desceu do carro e foi até ela, para demonstrar a sua proximidade.

Tudo foi muito rápido. Na passagem do papamóvel, dois carabineiros mantinham o cavalo no chão, segurando-o pelas rédeas. Repentinamente ele levantou-se e a jovem militar, que estava na sela, caiu, gritando de dor.

Francisco reagiu imediatamente. Pediu para que o motorista parasse o papamóvel, desceu e percorreu à pé os poucos metros que o separavam da policial estendida no asfalto, enquanto as equipes de socorro entravam em ação.

Médicos do séquito papal intervêm

Entre os primeiros a prestar socorro, justamente os médicos do séquito papal, que se certificaram da presença dos sinais vitais.

A militar reagiu positivamente. Segundo avaliaram, caso tivesse caído de costas as consequências teriam sido muito graves.

Rapidamente chegaram também os socorristas chilenos, que a colocaram em uma maca para levá-la ao hospital.

O Papa Francisco permaneceu próximo dela todo este tempo, abençoando-a também com um beijo paternal na testa.

O que chama a atenção e fica de ensinamento deste incidente, foi a pronta atitude do Papa, com discrição e cuidado, de se aproximar para saber das condições da policial ferida e confortá-la.

Em suas homilias e pronunciamentos, costuma citar a Parábola do Bom Samaritano, que ao ver um homem ferido e caído na beira da estrada, para e o socorre.

Botão Voltar ao topo