Notícias

Série de vídeos populariza a Carta ao Povo de Deus, sobre agrave situação que o Brasil atravessa

A iniciativa busca iluminar os caminhos da conjuntura nacional em continuidade ao Pacto pela Vida e pelo Brasil

Uma série de oito vídeos será apresentada às comunidades cristãs e à sociedade civil no Brasil como forma de aprofundar e divulgar os conteúdos da “Carta ao Povo de Deus”. Inicialmente escrita e assina por 152 bispos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no mês de agosto de 2020, a carta traz reflexões sobre a situação do País e os caminhos para que tudo tenha vida em abundância.

A iniciativa de detalhar o conteúdo do documento procede a resolução da CNBB,  em empenho conjunto com outras importantes organizações e instituições da sociedade civil, de dar continuidade ao Pacto pela Vida e pelo Brasil. A Carta ao Povo de Deus é uma ferramenta de formação e compreensão sobre a “tempestade perfeita” que o Brasil está atravessando: uma crise de saúde sem precedentes, com um avassalador colapso da economia e com a tensão que se abate sobre os fundamentos da República. Os vídeos, assim, se propõem como instrumento de educação popular a serviço desse projeto, para que brilhe a luz do Evangelho na busca de novas e urgentes alternativas para o País.

Os bispos as escreveram em plena comunhão com a CNBB e com o magistério de papa Francisco, no exercício da missão evangelizadora, que “sempre se coloca na defesa dos pequeninos, da justiça e da paz”, frisa o documento. O texto sustenta o desejo de “avançamos na construção de uma sociedade estruturalmente justa, fraterna e solidária, como uma civilização do amor”.

“Essa realidade não comporta indiferença”. Diante da conjuntura de uma sociedade estruturalmente desigual, injusta e violenta e norteada por políticas que se aproximam ao totalitarismo com estímulos a atos contra a democracia, os religiosos sustentam a necessidade de “apresentar propostas e pactos objetivos, com vistas à superação dos grandes desafios, em favor da vida, principalmente dos segmentos mais vulneráveis e excluídos”.

Os vídeos serão lançados um por semana, toda terça-feira, a partir do dia 29 de setembro, por diversos canais de divulgação, e permanecerão à disposição também no portal da 6ª Semana Social Brasileira.

Fonte: Site CEBs do Brasil

Botão Voltar ao topo
plugins premium WordPress