Notícias

Velório de Dom Sérgio, alguém que “habitou entre nós”
Por Luis Miguel Modino

A Catedral Metropolitana de Manaus, que foi sua sede durante quase sete anos, acolhe desde 10 horas da manhã desta quinta-feira, 04 de março de 2021, o velório de seu Arcebispo Emérito, Dom Sérgio Eduardo Castriani, falecido as 19 horas do dia 03 de março, aos 66 anos.

O povo de Manaus está se despedindo daquele que sempre quis se fazer presente na vida do povo. Seu lema episcopal era “Habitou entre nós”, algo que Dom Sérgio Castriani em sua vida, em palavras de Dom Leonardo Steiner, Arcebispo de Manaus, e do padre Zenildo Lima, reitor do Seminário Arquidiocesano São José. Ele destaca que “uma palavra que podemos dizer sobre a vida e o ministério de Dom Sérgio Eduardo Castriani é justamente a palavra presença”.

Para o padre Zenildo, Dom Sérgio foi “presença amorosa de Deus entre as populações mais distantes”, algo que ele mostrou nas “visitas pastorais, visitas nas comunidades, acolhida”. A memória saudosa de Dom Sérgio será, segundo o reitor do Seminário São José, a “de um homem que foi a presença, a habitação de Deus no meio de nós”, afirmando que “agora Dom Sérgio se faz Palavra e habitou entre nós”.

A despedida de Dom Sérgio Castriani, “é despedida e não é despedida, despedida porque não o veremos, nós não o ouviremos, mas não é despedida porque permanece conosco na comunhão dos santos”, segundo Dom Leonardo Steiner. O Arcebispo de Manaus afirma que “permanece conosco no seu exemplo, no seu modo de evangelizar, no seu modo de estar aqui na Amazônia”. Ele destaca em seu predecessor “esse modo da simplicidade, esse modo da pobreza, e esse modo de apontar sempre caminhos novos e buscar sempre estar presente no meio do seu povo”.

Ao lembrar as virtudes de Dom Sérgio, que segundo Dom Leonardo é aquilo que permanecerá no meio de nós, o Arcebispo de Manaus destaca “esse modo tranquilo de discernir nos momentos mais difíceis qual o caminho a ser tomado. Esse modo no sorriso livre, solto, recatado”. O arcebispo afirma “que nós possamos fazer como ele, vir para a Amazônia e permanecer na Amazônia, vir para a Amazônia e habitar na Amazônia”. Lembrando o lema episcopal de Dom Sérgio, “Habitabit in nobis”, Dom Leonardo faz o convite a “que nós possamos habitar na Amazônia, fazer da Amazônia a nossa casa, nosso campo de evangelização, mas também que deixemos as pessoas vir e habitar em nós, e nós sejamos tão afáveis que possamos habitar nas pessoas, assim como fez Deus em Jesus Cristo”.

Botão Voltar ao topo